VOCÊ CONHECE ESSA FRUTA?

pitaya

De de cor e aparência exótica, vinda de um cacto, essa fruta sempre gera muita curiosidade! Confira seus 10 benefícios:

OSSOS E DENTES
A pitaya é uma ótima fonte de cálcio e fósforo, nutrientes que trabalham em sinergia para a formação e manutenção da massa óssea, ou seja, prevenção de osteopenia e osteoporose e saúde dos dentes.

SISTEMA NERVOSO
A alta concentração de vitaminas do complexo B encontrados na pitaya colaboram com a manutenção e formação de algumas das mais básicas estruturas do sistema nervoso. Participa da formação das células nervosas, nos deixa mais alerta e são fundamentais em casos de depressão e ansiedade. O Cálcio encontrado na pitaya é também essencial para melhorar o funcionamento do sistema nervoso, por manter os nervos saudáveis e garantir a habilidade de comunicação de modo adequado. As gorduras saudáveis da pitaya são também cruciais para hidratar e proteger a bainha de mielina, que permite a transmissão de impulsos nervosos no cérebro.

MANUTENÇÃO DA VISÃO
A pitaya contém vitamina A em forma de beta-caroteno, que é necessária para que a retina trabalhe corretamente, assim podemos diferenciar cores e enxergar à noite. A cegueira noturna e outras patologias, como degeneração macular relacionada à idade podem ser causadas por falta de vitamina A.

BELEZA DA PELE
A grande quantidade de sementes presentes na pitaya a classificam como uma maravilhosa fonte de gorduras monoinsaturadas, que melhoram aparência e textura da nossa pele. Praticamente todas as frutas são ricas em antioxidantes, incluir a pitaya, e se alimentar com vegetais, principalmente crus, previne radicais livres e faz com que nossa aparência não seja apenas mais jovem, mas também deixa a pele mais firme, aumenta a flexibilidade (alô, alongamento!rs) e acrescenta sedosidade e brilho à pele.

ANTI-INFLAMATÓRIO
Na Ásia, a pitaya é conhecida por sua capacidade anti-inflamatória para as articulações (juntas). A inflamação do nosso corpo é gerada por hábitos alimentares e estilo de vida incompatíveis com a saúde (cigarro, álcool, drogas, etc…). Tudo isso cria um ambiente ácido que pode se manifestar na forma de diversas doenças, como artrite, câncer, diabetes, entre outras. Quando começamos a mudar nossa alimentação, removendo alimentos refinados, açúcar, e os demais industrializados, e começamos a ingerir mais frutas e legumes, ou seja, quando começamos a ter uma alimentação mais natural, podemos perceber que as dores do dia a dia simplesmente vão melhorando e podem até desaparecer. Substituir suas sobremesas favoritas por pitaya, manga ou qualquer outra fruta de sua preferência, e seguir uma alimentação mais natural, irá te ajudar a inibir a vontade de comer doces, além de melhorar o bem-estar geral do seu corpo.

DIGESTÃO E TERMOGÊNESE
A pitaya é uma fruta riquíssima em fibras! Comendo 2 ou 3 você provavelmente ficará sem fome por horas. Possui efeito prebiótico, estimulando o desenvolvimento de bactérias probióticas, contribuindo para uma flora intestinal saudável, evitando episódios de constipação e diarreia. A pitaya tem baixo índice glicêmico e pode inclusive regular níveis de açúcar no sangue (novamente, devido às suas fibras). Esta fruta exótica ajuda a controlar o apetite, além de aumentar a taxa do seu metabolismo, colaborando para o emagrecimento.

SISTEMA CARDIOVASCULAR
As sementes encontradas na pitaya são ricas em gorduras poli-insaturadas (ômega 3 e ômega 6). Essas gorduras saudáveis ajudam a reduzir triglicérides e diminuem o risco de doenças cardiovasculares. A pitaya também contém Niacina (Vitamina B3), que reduz os níveis de colesterol “mau”(LDL) e aumenta os níveis de colesterol “bom”(HDL). Além disso, a pitaya é conhecida por reduzir os níveis de estresse oxidativo, um dos principais fatores responsáveis pelo desenvolvimento das doenças cardiovasculares.

ANTI-IDADE
A alta concentração de vitaminas e minerais, bem como sua vasta quantidade de antioxidantes faz da pitaya um excelente anti-idade. Isto acontece porque os antioxidantes combatem os radicais livre presentes no nosso organismo, que são responsáveis não só pelo desenvolvimento de doenças, mas também pelo processo de envelhecimento da nossa pele. Quanto mais frutas, verduras e legumes você consome, mais firme e jovem será a aparência da sua pele.

IMUNIDADE
A pitaya pode aumentar nossa imunidade por uma série de motivos. Sabemos que nossa imunidade depende da saúde do nosso trato gastrointestinal (TGI), e a pitaya colabora para o bom funcionamento dele. Consumir quantidades adequadas de vitaminas e minerais através da alimentação previne doenças e diminui o risco de infecções. Os antioxidantes também desempenham um importante papel na imunidade, pois ajudam a combater bactérias e vírus. Cerca de 80% da pitaya é composta por água, isso colabora para a eliminação de toxinas, que quando acumuladas podem nos fazer mal.

PREVENÇÃO DO CÂNCER
As sementinhas da pitaya contém uma grande quantidade de fitoalbuminas, um antioxidante que segundo pesquisas recentes, atuam na prevenção de radicais livres responsáveis pela formação do câncer. Elas também contêm Vitamina C em grande quantidade, que pode ajudar a bloquear o crescimento de células tumorais, e melhorar a qualidade de vida de pacientes com câncer (reduz sintomas como fadiga, náusea, vômito, dor e falta de apetite). Alguns estudos apontam ainda que a pitaya pode ajudar na eliminação de metais pesados, que são os principais responsáveis pela formação de tumores no nosso organismo.

1)HUANG, Qing-yun; ZHANG, Wen-hui; HONG, Li-ping. Research Progress on Nutritional Roles and Storage Preservation Technology of Pitaya Fruits.Subtropical Plant Science, v. 3, p. 022, 2012.
2)WICHIENCHOT, S.; JATUPORNPIPAT, M.; RASTALL, R. A. Oligosaccharides of pitaya (dragon fruit) flesh and their prebiotic properties.Food chemistry, v. 120, n. 3, p. 850-857, 2010.
3)ABREU, Wilson César de et al. Características físico-químicas e atividade antioxidante total de pitaias vermelha e branca. Revista do Instituto Adolfo Lutz (Impresso), v. 71, n. 4, p. 656-661, 2012.
4)SCHALCH, Wolfgang. Carotenoids in the retina—a review of their possible role in preventing or limiting damage caused by light and oxygen. In: Free radicals and aging. Birkhäuser Basel, 1992. p. 280-298.
5)DARTSCH, Peter C.; KLER, Adolf; KRIESL, Erwin. Antioxidative and antiinflammatory potential of different functional drink concepts in vitro.Phytotherapy Research, v. 23, n. 2, p. 165-171, 2009.
VH, Elfi Susanti et al. Phytochemical screening and analysis polyphenolic antioxidant activity of methanolic extract of white dragon fruit (Hylocereus undatus). INDONESIAN JOURNAL OF PHARMACY, p. 60-64, 2012.
6)SCHWALFENBERG, Gerry K. The alkaline diet: is there evidence that an alkaline pH diet benefits health?. Journal of Environmental and Public Health, v. 2012, 2011.
7)ARIFFIN, Abdul Azis et al. Essential fatty acids of pitaya (dragon fruit) seed oil. Food Chemistry, v. 114, n. 2, p. 561-564, 2009.
8)WU, Li-chen et al. Antioxidant and antiproliferative activities of red pitaya.Food Chemistry, v. 95, n. 2, p. 319-327, 2006.
9)JAYAKUMAR, Rajarajeswaran; KANTHIMATHI, M. S. Inhibitory effects of fruit extracts on nitric oxide-induced proliferation in MCF-7 cells. Food chemistry, v. 126, n. 3, p. 956-960, 2011.